top of page
  • Foto do escritorTatiane Moreno

Como uma horta corporativa pode ser a solução em sustentabilidade que sua empresa precisa

Atualizado: 8 de fev.

Pensar em soluções para implementar ações concretas em Sustentabilidade e Meio Ambiente requer conhecimento, técnica e principalmente responsabilidade, já que o resultado precisa ser real e mensurável.


Horta Corporativa projetada, implantada e gerida pela Hortelar



Durante nossos atendimentos em empresas de diferentes portes e segmentos, é comum sermos questionados se uma horta corporativa de fato se enquadra no escopo de ações de sustentabilidade sem cair no greenwashing.


Vamos falar um pouco sobre como a horta corporativa pode ser a grande solução para o segmento e como ela colabora com as diretrizes ESG.


ECONOMIA CIRCULAR


A abordagem da economia circular busca promover práticas sustentáveis e eficientes no gerenciamento de resíduos. Um dos principais aspectos é a implementação da compostagem, visando a redução significativa de resíduos orgânicos. Nesse processo, os resíduos são transformados em composto orgânico, revertido para o uso na própria horta.


Outra frente que soma para a economia circular é a reciclagem, incentivando a coleta seletiva de recicláveis com participação dos colaboradores. Como forma de recompensa, propõe-se a troca desses materiais recicláveis por produtos provenientes da colheita local. Os recicláveis arrecadados podem ser destinados para as cooperativas de reciclagem, fortalecendo a conexão entre empresa, comunidade e ambiente.


AMBIENTE DE TRABALHO


Uma horta corporativa não só traz o verde e o natural para dentro do ambiente corporativo. Ela traz esse ambiente verde atrelado à uma funcionalidade e isso muda totalmente o propósito, proporcionando um espaço de descompressão e contato com a natureza. Assim, a horta corporativa fomenta a importância dos cuidados com a saúde mental dos colaboradores e se transforma em um espaço para cuidar e ser cuidado.


E falando em cuidar, a horta corporativa aumenta a interação intra e inter setorial, através da organização de grupos de colaboradores responsáveis por atividades pré-programadas de manejo da horta. Consequentemente, a empresa passa a vivenciar o fortalecimento dos laços entre colaboradores e empresa através do comprometimento e senso de pertencimento.


POSICIONAMENTO DE MARCA


Gerar dados e resultados para reporte em relatórios oficiais de sustentabilidade é um desafio para a agenda ESG das empresas. No entanto, estes relatórios são fundamentais, pois possibilitam dialogar e concretizar melhorias contínuas no processo de desenvolvimento sustentável.


A partir de 2026, as empresas de capital aberto que têm suas ações listadas na Bolsa de Valores serão obrigadas a criar e divulgar um relatório abrangente de informações financeiras relacionadas à sustentabilidade. Embora a adoção dessa medida seja inicialmente voluntária em 2024, ela se tornará compulsória a partir do ano de 2026.


Mas é importante lembrar sempre que, independente de uma empresa ter ou não as suas ações listadas na Bolsa de Valores, os resultados das ações de sustentabilidade precisam existir com responsabilidade.


E, no que tange a sustentabilidade, a preocupação e as ações de uma empresa de qualquer porte certamente posicionam a marca de maneira mais estratégica e positiva.


A Hortelar é pioneira e referência em projetos e implantação de hortas corporativas, com uma equipe completa e capacitada para cuidar da sustentabilidade junto da sua empresa.


50 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page